Make more!

Mulheres não precisam de maquiagem, mulheres GOSTAM de maquiagem. Eu acredito que a maquiagem não deva ser uma máscara, ela pode ser um toque a mais, uma vontade de ser diferente um dia, uma noite... uma levantada no astral, uma renovação!
Um carinho consigo mesma... Não me maquio tooodos os dias, mas gosto de me cuidar e de me sentir bonita, e nem sempre quero gastar tempo com isto! Prá isto criei este blog, prá mostrar algumas dicas e maneiras fáceis de usar a maquiagem a seu favor!

minhas palavras

Poesias ficam velhas?

o tempo passa... ler coisas que escrevi há tantos anos atrás, é como retroceder a fita...mas o estranho é apesar de certos sentimentos ou idéias terem mudado e muito, a lembrança das sensações fazem revivê-las de forma diferente, outra ótica, outra realidade.

uns exemplos: 

                                não existe começo
                                     nem fim
                          existe ciclo
                                     voltas
                                     ondas
                          existe o novo
                                     que um dia foi velho
                          existe o velho
                                     que renasce todo o dia
                          o sempre é agora
                                     o agora é o sempre
                     cada fração é eterna
                          e como uma onda
                          não começa nem acaba
                                     bate na praia e volta ao mar
                          meus desejos
                          minhas vontades
                                     eu me começo
                                     em cada agora

 ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
           Tem essa coisa que me invade
           parece que arde
           mas acaricia.
           Avassaladora e suave,
           como uma consciência entorpecida...
           É um saber do não sei o quê,
           a certeza de que dói e ponto.
           Porque abre e expõe,
           crava na alma uma estaca,
           com uma bandeira desfraldada,
           que dança no vento
           quente do amor.
           E a cada rajada mais forte, fere.
           Balança e abre caminho,
           até que todo o peso se espalhe,
           até que toda a bandeira se enrole
           aquecendo e acariciando de amor
           toda a dor.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


                                         Li aquela frase... e doeu
                                            como uma agulha fina...
                     (de repente fica tudo realmente claro)
                                   Sabe quando você se alucina
                     e os próprios sentimentos discrimina?
    Tapando, escondendo o que acha que não presta?
                      Mas sempre tem uma fresta!
    E aquela luz te invade, sem fazer alarde,
                                mas vem,
                                toma conta e domina.
                                      "Dói, mas ilumina..."


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨


   Já pensei tantas vêzes
   Já decidi como falar
   Já desisti de todas alternativas
   De como começar

   Exito e me excito
   Sinto na carne o tremor
   Sinto no peito o ardor
   Sinto na pele o calor

   Não acredito no que penso
   Não duvido do que sinto
   Até parece que minto

   Mentir...duvidar...prefiro acreditar
   Sentir, amar, saber me pertencer
   Mesmo decidindo me calar.


                         Até quase não acredito,
                         Um soneto?
                         Parece ridículo,...não me importo.
                         Essas palavras, me trazem de volta,
                         Me preenchem, me mostram de novo
                         a mulher que sempre fui
                         sem saber,
                         é como  se de repente eu descobrisse
                         o sabor do meu recheio!
                         E agora quero me lambuzar,
                         quero descobrir o meu poder,
                         me sentir, me ter
                         sem me preocupar com conceitos,
                         padrões...de repente me sinto,
                         amadurecida e adolescente,
                         embriagada e confusa,
                         feliz e tranquila.
                         Me volta a frase escrita e ouvida:
                         É um saber de um não sei o quê.
                         Que traz a certeza de um prazer
                         que nunca se soube ter,
                         o de se conhecer e aceitar
                         todas as facetas de se amar!

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Por hoje é só... e obrigado, se chegaram até aqui!






                
Ocorreu um erro neste gadget